Evangelho do Dia 9 de Dezembro

Tempo de leitura: 2 minutos

Lucas 3,1-6

1.    No ano décimo quinto do reinado do imperador Tibério, sendo Pôncio Pilatos governador da Judéia, Herodes tetrarca da Galiléia, seu irmão Filipe tetrarca da Ituréia e da província de Traconites, e Lisânias tetrarca da Abilina,
2.    sendo sumos sacerdotes Anás e Caifás, veio a palavra do Senhor no deserto a João, filho de Zacarias.
3.    Ele percorria toda a região do Jordão, pregando o batismo de arrependimento para remissão dos pecados,
4.    como está escrito no livro das palavras do profeta Isaías (40,3ss.): Uma voz clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas.
5.    Todo vale será aterrado, e todo monte e outeiro serão arrasados; tornar-se-á direito o que estiver torto, e os caminhos escabrosos serão aplainados.
6.    Todo homem verá a salvação de Deus.

Comentário

“Uma voz clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor…”

João Batista é um personagem perturbador. A mensagem desse profeta traz uma grande verdade: os caminhos da libertação do homem são as obras de Deus. E devem provocar inquietação e mudanças em todos os homens, é preciso ir progredindo no conhecimento do mistério, na valorização da vida, na conquista maior e melhor dos frutos da justiça.

João lembra que o definitivo só se dá em Deus e se expressa a partir de uma nova estrutura de vida pessoal e comunitária que investe na remoção dos obstáculos que impedem o aparecimento de Cristo entre nós. É preciso fazer das dificuldades da vida, esforços de realização do Reino de Deus na vida humana, abrindo espaços para um mundo melhor, expressão em frutos de verdadeira justiça.

O mundo de hoje caminha com profundas aspirações de unidade, buscando novas formas de vida e de sociedade. Em cada superação de barreiras há uma resposta ao apelo do profeta para endireitar os caminhos do Senhor. Afinal, quem de nós, honestamente, não observa que há muita coisa para se consertar neste mundo e na nossa vida? Preparar os caminhos do Senhor é um empenho que nasce do coração de todo homem e que coincide com as mais profundas aspirações de superar toda forma de escravidão a que nos subtemos e que criamos.

Finalmente, com a grande citação de Isaías, o evangelista Lucas quer nos mostrar que João Batista prepara a grande intervenção de Deus em Jesus, e que essa intervenção irá atingir toda a humanidade: “Todo homem verá a salvação de Deus.”

Para refletir:

Todo homem verá a salvação de Deus. A nossa salvação já foi conquistada por Cristo. Só depende de cada um merecê-la. Correspondo ao amor de Deus por mim?

 

Comentários no Facebook