Evangelho do Dia: 07/04

Tempo de leitura: 6 minutos

João 20,19-31
19. Na tarde do mesmo dia, que era o primeiro da semana, os discípulos tinham fechado as portas do lugar onde se achavam, por medo dos judeus. Jesus veio e pôs-se no meio deles. Disse-lhes ele: A paz esteja convosco!
20. Dito isso, mostrou-lhes as mãos e o lado. Os discípulos alegraram-se ao ver o Senhor.
21. Disse-lhes outra vez: A paz esteja convosco! Como o Pai me enviou, assim também eu vos envio a vós.
22. Depois dessas palavras, soprou sobre eles dizendo-lhes: Recebei o Espírito Santo.
23. Àqueles a quem perdoardes os pecados, ser-lhes-ão perdoados; àqueles a quem os retiverdes, ser-lhes-ão retidos.
24. Tomé, um dos Doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus.
25. Os outros discípulos disseram-lhe: Vimos o Senhor. Mas ele replicou-lhes: Se não vir em suas mãos o sinal dos pregos, e não puser o meu dedo no lugar dos pregos, e não introduzir a minha mão no seu lado, não acreditarei!
26. Oito dias depois, estavam os seus discípulos outra vez no mesmo lugar e Tomé com eles. Estando trancadas as portas, veio Jesus, pôs-se no meio deles e disse: A paz esteja convosco!
27. Depois disse a Tomé: Introduz aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos. Põe a tua mão no meu lado. Não sejas incrédulo, mas homem de fé.
28. Respondeu-lhe Tomé: Meu Senhor e meu Deus!
29. Disse-lhe Jesus: Creste, porque me viste. Felizes aqueles que crêem sem ter visto!
30. Fez Jesus, na presença dos seus discípulos, ainda muitos outros milagres que não estão escritos neste livro.
31. Mas estes foram escritos, para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais a vida em seu nome.

Comentário:
“A paz esteja convosco. Recebei o Espírito Santo.”.
O texto apresenta as seguintes cenas:
a)    O encontro de Jesus com os discípulos no primeiro dia da semana, dia da assembleia dominical. O Espírito de Deus é dado pelo Ressuscitado para renovar os homens, purificando-os do pecado.
b)    O encontro com Tomé é um símbolo dos cristãos de todas as épocas. Representa aqueles que não confiam na comunidade e nem nos sinais da vida nova que nele se manifestam. Tomé exprime a típica profissão da fé da comunidade cristã: “Meu Senhor e meu Deus”.
O evangelho de João foi escrito conforme um critério seletivo e visa apresentar não uma biografia, mas o sentido da pessoa e da missão de Jesus, reconhecendo-o como Messias, Filho de Deus, para que, continuando a crer, vivam a vida autêntica, inseridos na missão de Jesus, que é testemunhar o amor.
A primeira comunidade teve o privilégio de ver e perceber o Ressuscitado, as gerações posteriores deverão crer pelo testemunho da fé.
Para refletir:
A paz esteja convosco! Muitas vezes perdemos a paz por poucos motivos, por deduções à quais não podemos provar. É preciso cultivar a paz dentro para levá-la ao nosso redor.

* Comentário retirado do Diário Bíblico 2013 da Editora Ave Maria.

Comentários no Facebook