Datas comemorativas do mês de agosto

Tempo de leitura: 16 minutos

01/08 – Santo Afonso Maria de Ligório, bispo e doutor da Igreja. Ele adquiriu este título após muita renúncia e dedicação. Colocou-se a inteira disposição do Senhor e participou de diversas missões levando seu nome a todos os lugares do mundo.

02/08 – São Eusébio de Vercelli, bispo, auxiliou na difusão e na defesa do cristianismo. No mesmo dia, também homenageamos São Pedro Julião Eymard, sacerdote e apóstolo da Eucaristia, que ajudou várias almas a alcançarem a paz e a seguirem os ensinamentos cristãos.

04/08 – João Maria Batista Vianney (o Cura d’Ars), enfrentou as tentações e as garras do maligno por muito tempo, tendo sempre a fé em Deus como escudo. Conseguiu o título de sacerdote após vencer todos os desafios que apareceram em seu caminho.

05/08 – A Basílica di Santa Maria Maggiore (Basílica de Santa Maria Maior) surgiu, primeiramente, como um aparecimento na noite entre os dias 4 e 5 para um casal romano que pedia à Virgem uma direção sobre como deveriam empregar sua fortuna. O monte Esquilino, em Roma, no dia 5 de agosto, apareceu coberto de neve, o que comprovou o desejo de Maria.

06/08 – Festa da Transfiguração do Senhor, que se baseia nas primeiras manifestações da glória divina. O caso mais marcante foi a subida de Jesus ao cume do Tabor com seus três discípulos. Ao colocar-se em oração, sua aparência mudou, bem como suas vestes, que passaram para uma cor branca e brilhante. Este caso veio a se repetir com vários santos, como no caso de Frei Galvão, cujo o aposento, durante as orações, tornava-se repleto de luz.

07/08 – São Sisto II, papa, governou a igreja durante um ano semeando a paz e a unidade entre seus companheiros e mártires. Na mesma data, é celebrado o dia de São Caetano, sacerdote que, sempre com humildade, cuidava de propagar a palavra de Deus. São Caetano de Thiene, aos 36 anos celebrou sua primeira missa na Basílica de Santa Maria Maior.

08/08 – São Domingos, o padre que abandonou qualquer luxo ou vaidade para viver de mendicância e para servir a Deus. Ao acolher o chamado do sacerdócio, ao ir em busca do Papa Inocêncio III para conseguir sua licença para evangelizar os bárbaros na Germânia, entretanto foi orientado a converter os hereges que dominavam o sul da França, o que conseguiu, pois, ao verem seu estado de pobreza, eles aderiram à sua Verdade.

09/08 – Santa Teresa Benedita da Cruz (Edith Stein) conheceu o evangelho após algumas reviravoltas em sua vida. Ela, até então, era filha de religiosos, mas não tinha fé. Ao descobrir o amor de Cristo e sua infinita magnitude, passou a ser representante dos ensinamentos cristãos, mesmo que isso lhe custasse a vida. Infelizmente, veio a ser capturada durante a Segunda Guerra Mundial e veio a falecer nas câmaras de gás neste dia. Entretanto, seu exemplo de força e ministério são lembrados ainda nos dias de hoje.

10/08 – São Lourenço foi um dos primeiros diáconos e se tornou mártir devido ao bom humor que o fez enfrentar e defender sua fé diante de vários tormentos que viera a sofrer do Imperador Valeriano, então prefeito em meados do Século III em Roma.

11/08 – Santa Clara renunciou à nobre família que nascera para servir a Cristo e praticar a caridade para com o próximo. Também deu início à Ordem da Família Franciscana (Clarissas), formada por mulheres, da qual se tornou mãe e modelo. Defendia-a com todas as suas forças, tanto é que expulsou os mouros que desejavam invadir o Convento em Assis. Um ano antes de sua morte, em seu leito, pode assistir a Celebração da Eucaristia, feito que a consagra como Patrona da Televisão.

12/08 – Santa Joana Francisca de Chantal desde criança já demonstrava seu dom cristão. Aos 20 anos, casou-se com o Barão de Chantal, teve quatro filhos e amava a família que Deus havia dado a ela. Infelizmente, seu esposo veio a falecer após um tiro durante uma caça. Foi o amor de Cristo que curou a dor em seu coração e guiou seus caminhos. Junto ao Bispo Francisco de Sales, que virou seu grande amigo, encontrou sua direção espiritual. Posteriormente, fundou as Irmãs da Visitação de Nossa Senhora. Esta data é marcada por sua canonização em 1767.

13/08 – Os Santos Ponciano e Hipólito se conheceram quando seguiam caminhos opostos. Enquanto Hipólito, fecundo escritor e orador, defendia que os adúlteros não mereciam perdão, Ponciano, papa da Igreja de Cristo, dizia que a Igreja, como instrumento de amor, perdoa e salva. Ambos, diante da perseguição imposta pelo imperador Maximiano, foram exilados. No exílio, reencontraram-se e Hipólito se redimiu pelos seus erros, sendo perdoado e podendo alcançar a vida eterna ao lado do Pai.

14/08 – São Maximiliano Maria Kolbe, mártir da caridade, nasceu em uma família operária, a qual o introduziu nos ensinamentos cristãos. Ao completar certa idade, foi direcionado a uma família franciscana, onde recebeu a alcunha de Maximiliano Maria. Seu sonho era conquistar o mundo inteiro ensinando o caminho da salvação por intermédio de Maria Imaculada, intercessora de Cristo. Fundou o movimento Milícia da Imaculada e empenhou-se através da imprensa, a qual o possibilitou evangelizar em vários países. Seu maior feito foi durante a Segunda Guerra Mundial, onde, após ser preso duas vezes, optou por sua morte ao trocar de lugar com um pai de família. Ele é o verdadeiro exemplo de quem morre para o mundo, mas vive para Jesus.

15/08 – Assunção da Bem-Aventurada Virgem Maria – o dia marca a assunção do corpo da Virgem Maria ao céu ao final de sua vida terrestre. Nesta data, ocorrem missas em diversos cantos do país para comemorar a transição da Mãe à glória celeste.

16/08 – Santo Estevão da Hungria, filho do primeiro duque húngaro convertido ao Cristianismo através da pregação de Santo Adalberto, Bispo de Praga, era conhecido como Voik, até ser batizado na adolescência e receber o nome de Estevão. Ele incentivou seu povo a seguir o Cristianismo e estreitou, cada vez mais, sua ligação com o Papa e a Igreja de Roma. Ajudou na formação de uma hierarquia eclesiástica húngara e na construção de igrejas, mosteiros, bem como na propagação da Sã Doutrina Católica e na devoção a Nossa Senhora.

19/08 – São João Eudes, diferente dos outros santos citados anteriormente, não obteve apoio de sua família para seguir a Cristo. No entanto, mesmo com a negativa de seu pai, não se deixou abater e atendeu ao chamado do Senhor. Aos 24 anos, foi ordenado Sacerdote. Cumpriu missões e fez escritos importantes, os quais influenciaram muitas pessoas a adentrar ao Cristianismo. Auxiliou também na renovação e formação do Clero, na evangelização das massas rurais e na difusão da espiritualidade, fundando a Congregação de Jesus e Maria (Eudistas), ao lado do Refúgio de Nossa Senhora da Caridade.

20/08 – São Bernardo de Claraval, abandonou sua família nobre para seguir Jesus como monge cisterciense. Considerado segundo fundador da Família Cisterciense, tinha tamanha influência que atraia as pessoas e passou a incentivá-las a seguir o Catolicismo. Além de monge, foi pregador, prior, místico, escritor, fundador de mosteiros, abade, conselheiro de Papas, Reis, Bispos e também polemista, político e pacificador.

21/08 – São Pio X, também chamado de José Sarto, com muita dedicação e sacrifício, e com o apoio dos pais, conseguiu estudar e entrar para o Seminário. Com simplicidade e humildade, de um posto de vigário de uma pequena aldeia, seguiu o caminho do Espírito Santo e alcançou o papado. A partir deste momento, adotou o nome de Pio X e realizou reformas na liturgia, favoreceu a comunhão diária e a comunhão das crianças, além de rebater, por amor à Verdade, o relativismo moderno.

22/08 – Realeza da Bem-Aventurada Virgem Maria – instituída pelo Papa Pio XII, através da Encíclica Ad Caeli Reginam, de 11/10/1954, 4 anos depois da definição do dogma da Assunção de Nossa Senhora, a data celebra a importância do Coração Imaculado de Maria para a comunidade católica.

23/08 – Santa Rosa de Lima, primeira santa da América do Sul, nasceu em Lima (Peru) e se chamava Isabel Flores até receber o apelido de Rosa. A mudança oficial de seu nome ocorreu quando tomou o hábito da Ordem Terceira Dominicana, mesma família de sua santa e modelo de devoção: Santa Catarina de Sena. A partir desta consagração, passou a chamar-se Rosa de Santa Maria. Ela cresceu na união do amor de Cristo e começou sua vida religiosa no quintal da casa de seus pais.

24/08 – São Bartolomeu, citado na Bíblia Sagrada como Natanael (que significa dom de Deus), foi um dos doze apóstolos de Jesus. Nasceu em Caná da Galiléia e conviveu com Jesus no tempo da vida pública, podendo contemplar e propagar a fé. Após o derramamento do Espírito Santo em Pentecostes, de acordo com a tradição, Bartolomeu teria evangelizado na Índia até ir para a Armênia, onde conseguiu converter muitas pessoas à fé cristã, o que causou a inveja de sacerdotes pagãos, os quais martirizaram o santo até separar sua pele do corpo. Bartolomeu perseverou até o fim e não desistiu da religião, sendo um exemplo de fiel a ser seguido.

25/08 – São José de Calasanz, aos 28 anos, ordenou-se sacerdote e passou a se dedicar à educação de crianças pobres. Fundou sua primeira escola em 1597, a qual, em 1621, deu origem à congregação dos Clérigos Pobres da Mãe de Deus. Sua fundação logo se difundiu em vários lugares do mundo, até que, por inveja de seus co-irmãos, os quais o acusaram de incapacidade de governar, São José viu sua obra sair de suas mãos e ser transferida para um interventor da Santa Sé. Mesmo assim, não perdeu a fé, manteve-se confiante e conseguir fazer com que a mesma tomasse vida novamente. Oito anos após sua morte, seu Instituto foi aprovado pelo papa Alexandre VI.

27/08 – Santa Mônica de Hipona, nasceu no norte da África e, logo jovem, foi entregue como esposa de Patrício, homem rude, violento e pagão. Seu primeiro filho, Agostinho, também seguiu caminhos tortuosos, vivendo no vício e no pecado. Em meio a um cenário tão turbulento, Santa Mônica não abandonava suas orações e conseguiu a conversão de seu marido e filho. Depois de Agostinho, teve outros dois filhos, mas seu maior desejo era ver seu filho mais velho cristão. Por esta razão, Agostinho conheceu o amor de Jesus e se tornou bispo e doutor da Igreja.

28/08 – Santo Agostinho de Hipona, filho de Santa Mônica, sempre teve uma inteligência acima da média e buscou respostas para seus questionamentos pessoais ao longo de sua vida, seja em paixões, em diversas correntes filosóficas, como a “seita dos maniqueus”, ou por meio dos estudos. Depois de passar por Roma, tornou-se professor em Milão, onde, envolvido pela intercessão de Santa Mônica, frequentou os Sermões de Santo Ambrósio, em busca de uma melhoria na oratória. Foi ali que conheceu a Verdade e a mesma começou a mudar sua vida. Com 33 anos, converteu-se, foi catequizado e batizado por Santo Ambrósio. Ao perder sua mãe, voltou para a África e fundou uma comunidade cristã ocupada na oração, estudo da Palavra e caridade, até ser ordenado Sacerdote e Bispo de Hipona, santo, sábio, apologista e fecundo filósofo e teólogo da Graça e da Verdade.

29/08 – A decapitação de São João Batista. – São João Batista é considerado um profeta e precursor de seu tempo. Ele alertou sobre o casamento de um dos filhos de Herodes, o Grande: o rei Antipas, que tinha mais dois irmãos, Arquelau e Felipe (ambos também utilizavam o nome do pai, Herodes). Antipas abandonou-se sua esposa para se casar Herodias, esposa de seu irmão Felipe. João Batista o repreendeu por causa disso e acabou sendo preso, além de ganhar o ódio de Herodias. A então esposa de Antipas fez tudo o que pode para causar sua morte e usou sua filha, Salomé, para influenciar Antipas a matar João Batista. Ele, encantado com uma dança da menina, disse que faria o que ela quisesse. Salomé consultou sua mãe que, de imediato, já sabia o que pedir: a cabeça do profeta. Mesmo sabendo da bondade de São João, Antipas acatou a ordem e mandou que o decapitassem. Sua cabeça foi exibida na mesa para a satisfação de Herodias. Sua missão, por mais triste que possa parecer, aos olhos de Deus foi cumprida.

 

Fontes: Fatos BíblicosEcclesiaSanto Protetor e Canção Nova.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro − 1 =