5 motivos para se confessar o quanto antes

Tempo de leitura: 6 minutos

Texto escrito por Talita Pereira Villalba

Não é raro encontrar católicos que sequer sabem responder quando foi a sua última confissão…Uns se confessaram apenas para receber algum dos sacramentos ou nem isso e outros argumentam que se confessam durante o Ato Penitencial durante a missa…

Neste tempo de conversão e penitencia, que é a Quaresma, é o momento ideal para refletirmos sobre a nossa vida cristã, nos arrepender dos nossos pecados e nos aproximar cada vez mais da misericórdia infinita de Deus com o Sacramento da Confissão! Mas muito mais do que um mandamento da Igreja, ele é degrau indispensável na caminhada rumo ao céu.

Abaixo listei cinco motivos para você refletir e se confessar o quanto antes:

1 – É um mandamento da Igreja: “Confessar-se ao menos uma vez ao ano”. Esta regra vale para todos os católicos a partir dos sete anos de idade, fase em que a razão se desenvolve e é possível cometer pecados graves.

2 – O Ato Penitencial da Santa Missa apaga apenas os pecados veniais: Não se pode confundir este momento da celebração eucarística com o sacramento da Confissão. Com certeza Deus pode nos perdoar de todos os pecados, mas Ele, como um Pai amoroso e que nos educa, sabe que devemos estar verdadeiramente arrependidos. Quando um filho faz uma coisa errada o que os pais fazem? Pedem para que ele peça desculpas! Deus também é assim conosco. É necessário que nos arrependamos dos nossos pecados que tanto O ofendem, confessemos a nossa iniquidade para sermos agraciados pela sua misericórdia infinita.

3 – Se está você está em pecado mortal não pode comungar a Eucaristia. Pois é… poucos sabem disso e cometem tal sacrilégio! A Eucaristia é alimento dos vivos, ou seja, de quem está em estado de graça (CIC 1395). Se você está em pecado mortal, comungue apenas espiritualmente para não profanar o Corpo e o Sangue do Nosso Senhor Jesus Cristo.

Cân. 916 Quem está consciente de pecado grave não celebre a missa nem comungue o Corpo do Senhor, sem fazer antes a confissão sacramental, a não ser que exista causa grave e não haja oportunidade para se confessar; nesse caso, porém, lembre-se que é obrigado a fazer um ato de contrição perfeita, que inclui o propósito de se confessar quanto antes.

4 – Nos aproxima de Deus: o pecado nos afasta da graça da salvação conquistada na Cruz. Quando reconhecemos o nosso erro, nos arrependemos e pedimos perdão a Deus, o abismo criado pela nossa desobediência é restaurado.

5 – Nos livramos de todos os nossos pecados: Ao se confessar, todos os pecados são perdoados e recomeçamos a vida na intimidade com Deus. É a única maneira de nos livrar deles, como foi instituído por Jesus em Jo 20, 23: “Àqueles a quem perdoardes os pecados, ser-lhes-ão perdoados; àqueles a quem os retiverdes, ser-lhes-ão retidos.”

Não podemos deixar de nos aproximar desse bem tão precioso que é a confissão por medo ou vergonha do sacerdote. Tudo que é falado é mantido sob sigilo.

Vamos nos aproximar da misericórdia de Deus! Juntos em oração!!!

Comentários no Facebook